ESTUDO PRODIGY

O ESTUDO PRODIGY E OS RESULTADOS IMPACTANTES NA ADMINSTRAÇÃO DE OPIOIDES E A IMPORTÂNCIA DA MONITORIZAÇÃO

Os resultados obtidos pelo Estudo PRODIGY trouxeram ao cenário de cuidados aos pacientes em unidades de internação a validação de uma nova ferramenta de predição de escore de risco para depressão respiratória induzida por opioides (OIRD).1

Além desta importante ferramenta. Os resultados de incidência de OIRD nos alertam para um cenário ainda mais impactante.1

Estudo PRODIGY (PRediction of Opioid-induced respiratory Depression In patients monitored by capnoGraphY).

O PRODIGY caracteriza-se por um estudo prospectivo e multicêntrico realizado em 16 serviços e distribuídos entre os Estados Unidos, Europa e Ásia. Foram incluídos no estudo 1.496 pacientes adultos recebendo opioide por administração venosa (incluindo peridural) nas unidades de internação sendo pós cirúrgico ou não.1,2

Todos os pacientes foram monitorizados de forma continua com capnografia e oximetria de pulso, com os Monitores Respiratórios Portáteis Capnostream da Medtronic por um período máximo de 48 horas. Para a monitorização da Capnografia foi utilizado uma linha de amostra com concha oral, permitindo a obtenção de amostra acurada de etCO2 por respirações bucais. 2

Os monitores utilizados foram cobertos e seus alarmes silenciados, proporcionando à equipe clínica uma intervenção baseada somente nas rotinas diárias já estabelecidas em cada serviço.2

Para o desenvolvimento e validação desta ferramenta de predição de escore de risco para OIRD foram utilizadas as variáveis: idade, gênero, distúrbios do sono, hipertensão e pacientes sem uso crônico de opioides. Este modelo de escore obtido pela pesquisa clínica do PRODIGY apresentou uma boa correlação de resultados (AUC=0.7620), sendo identificado 76% dos pacientes com depressão respiratória.1

O estudo ainda terá uma terceira publicação para caracterização dos valores individuais dos parâmetros de etCO2, SPO2, Frequência Respiratória e Índice Pulmonar Integrado – IPI como preditivos para a depressão respiratória induzida por opioides. Além desta avaliação o estudo irá comparar os grupos com risco de depressão respiratória com os grupos que não apresentam riscos em termos de eventos adversos, como: intervenção, recursos médicos e hospitalares e mortalidade em 30 dias.

A depressão respiratória por opioides é uma das causas que podem levar os pacientes ao Comprometimento Respiratório. Convido você a conhecer mais sobre outros fatores de risco e também sobre o impacto gerado pelo comprometimento respiratório para seus pacientes nos vídeos abaixo:

Se você possui interesse em conhecer melhor os benefícios proporcionados por nossos equipamentos, entre em contato comigo. CLIQUE AQUI!

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1 - Khanna A, Buhre W, Saager L. Derivation and Validation of a Novel Opioid Induced Respiratory Depression Risk Prediction Tool.
SCCM Abstract. February 2019.

2 - Khanna A, Buhre et al. Respiratory depression in low acuity hospital settings-Seeking answers from the PRODIGY trial. J Crit Care. 2018 Jun 18; 47: 80–87.

Observação aos pacientes: Todos os dispositivos mostrados aqui são produtos de prescrição e devem ser obtidos de um profissional ou médico licenciado. Os pacientes não podem adquirir diretamente da Medtronic.

Reg. 10349000591; 10349000534; 10349000553. ©2020 Medtronic Todos os direitos reservados. Medtronic, o logo da Medtronic e Outros são, em conjunto, marcas registradas da Medtronic.™* Marcas de terceiros são marcas registradas de seus respectivos proprietários. Todas as outras marcas são marcas registradas de uma empresa da Medtronic.

As opiniões dos artigos/colunistas exclusivamente aqui publicados apenas refletem a posição dos autores, não caracterizando respaldo, recomendação ou preferências da Medtronic ou qualquer outro envolvido nesta publicação. As pessoas que não aparecem no registro não estão autorizadas a falar em nome da Medtronic ou excluir qualquer outro tipo de material se não possuírem uma carta timbrada assinada por qualquer pessoa que conste no registro. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação total ou parcial deste conteúdo sem a prévia autorização da Medtronic. Os comentários presentes nesta edição podem conter informação sobre produtos que não são vendidos no seu país ou região. Material exclusivo para Médicos e Especialistas da saúde. Para obter informação adicional, entre em contato com seu representante local.

 

Sobre o Autor

Jeniffer Fontan

Jeniffer Fontan é especialista clínica da Medtronic em Monitorização do Paciente. Seu principal foco é a disseminação de conceitos e aplicações das tecnologias de monitorização da Medtronic: BIS, Oximetria Nellcor, Capnografia Microstream, INVOS – Oxímetro Cerebral/somático e WarmTouch.

Conteúdos de Jeniffer Fontan
Previous Article
DESSATURAÇÃO CEREBRAL
DESSATURAÇÃO CEREBRAL

Você conhece o impacto e como monitorizá-la?

PRÓXIMO
MONITORIZAÇÃO DA PROFUNDIDADE ANESTÉSICA EM TIVA
MONITORIZAÇÃO DA PROFUNDIDADE ANESTÉSICA EM TIVA

(ANESTESIA VENOSA TOTAL)

FAÇA SUA COTAÇÃO AGORA!

CLIQUE AQUI