DESSATURAÇÃO CEREBRAL

DESSATURAÇÃO CEREBRAL: VOCÊ CONHECE O IMPACTO E COMO MONITORIZÁ-LA? 

A ocorrência de dessaturações cerebrais em cirurgias cardíacas é motivo de frequentes pesquisas, visto o grande impacto clínico e financeiro que podem trazer a estes pacientes no curto, médio e longo prazo.

As variações hemodinâmicas no intraoperatório de cirurgias cardíacas, principalmente as que necessitam de circulação extracorpórea (CEC), podem impactar diretamente na oxigenação cerebral. A falta e/ou diminuição durante este tipo de cirurgia pode ocasionar:

  • Maior incidência de injuria neurológica2,4,5
  • Aumento no tempo de ventilação mecânica3
  • Aumento de morbidade (incidência de AVC, falência renal com necessidade de dialise, infecção de esterno e reoperação)3
  • Maior incidência de mortalidade3
  • Aumento de tempo de permanência hospitalar2  

IMPACTO CLÍNICO DE DESSATURAÇÕES CEREBRAIS

Estima-se que 37% dos pacientes submetidos a cirurgia cardíaca sofram dessaturações cerebrais no intraoperatório, quando observamos somente as cirurgias cardíacas de alto risco esta taxa aumenta para 69 a 75%. A alta incidência apresentada nos alerta para a criticidade e impacto dentro do contexto clínico que esta situação pode trazer.1,5

Em estudo de Murkin et al.3 a ocorrência e episódios de dessaturações no intraoperatório de cirurgias cardíacas associada a não intervenção foi correlacionada com uma incidência de 11% de morbidade e mortalidade, estes valores são muito semelhantes ao reportado pela Sociedade de Cirurgiões Torácicos Americana (STS), com incidência de 13,4% em cirurgias de revascularização do miocárdio7 .

A classificação em morbidade e mortalidade apresentado pelo estudo está correlacionado a incidência de AVC, falência renal com necessidade de dialise, ventilação mecânica >48horas, infecção de esterno,reoperaçãoe mortalidade.

COMO CORRIGIR AS DESSATURAÇÕES CEREBRAIS?

Para detecção das variações da oxigenação cerebral no intraoperatório vários métodos não invasivos têm sido utilizados, dentre estes métodos não invasivos, destaca-se a monitorização da oximetria cerebral.8

Esta monitorização denominada NIRS (Near Infrared Spectroscopy) pode ser utilizada para todos os pacientes, desde neonatais, pediátricos até adultos, permitindo a avaliação em tempo real da perfusão cerebral para detecção precoce e correção das dessaturações cerebrais.8

A monitorização da oximetria cerebral com NIRS é um ponto de extrema relevância sendo sua utilização recomendada pelas Sociedades Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (SBCCV) e a Sociedade Brasileira de Circulação Extracorpórea(SBCEC), emcirurgias cardíacas com CEC. ]

Na publicação The Brazilian Society for Cardiovascular Surgery (SBCCV) and Brazilian Society for Extracorporeal Circulation (SBCEC) Standards and Guidelines for Perfusion Practice de 2019 ambas as sociedades enfatizam e alertam para os dispositivos de segurança e práticas necessárias durante cirurgias com CEC. A monitorização da oxigenação cerebral é destacada nesta recomendação:

Minimum Standard 6: Os seguintes dispositivos de monitoração e segurança devem ser utilizados para todos os pacientes: [...]; monitor de oximetria cerebral continua (NIRS); [...].”9

O QUE É NIRS?

O NIRS (Near Infrared Spectroscopy) é a sigla em inglês para a tecnologia de espectroscopia por infravermelho próximo, que utiliza uma faixa de leitura de 700 a 1300 nanômetros. Oxímetros cerebrais, como o INVOS da Medtronic, utilizam esta tecnologia específica de leitura por infravermelho próximo para monitorizar de forma continua e não invasiva a oxigenação cerebral
dos pacientes, através da leitura do percentual de hemoglobina oxigenada presente abaixo
do sensor.10,11 

A monitorização dos pacientes com INVOS - Oxímetro cerebral/somático no intraoperatório permite uma visualização precoce e sensível as mudanças na saturação cerebral, principalmente evitando que dessaturações cerebrais impactem negativamente a saúde dos pacientes.


Ficou interessado em como o INVOS pode auxiliar na monitorização de seus pacientes no intraoperatório permitindo a visualização de dessaturações cerebrais? Então acesse os links abaixo e conheça mais sobre o equipamento e sobre as demonstrações que apontam seus benefícios clínicos em cenários comuns no intraoperatório.

Conheça as características do produto, clique aqui!


Se você possui interesse em conhecer melhor os benefícios proporcionados por nossos equipamentos, entre em contato comigo. CLIQUE AQUI!

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS

  1. Schoen J, Husemann L, Tiemeyer C, et al. Cognitive function after sevoflurane- vs propofol-based anaesthesia for on-pump cardiac surgery: a randomized controlled trial. Br J Anaesth. 2011;106 (6): 840–50.]
  2. Slater JP, Guarino T, Stack J, et al. Cerebral oxygen desaturation predicts cognitive decline and longer hospital stay after cardiac surgery. Ann Thorac Surg. 2009;87(1):36–44.
  3. Murkin JM, Adams SJ, Novick RJ, et al. Monitoring brain oxygen saturation during coronary bypass surgery: a randomized, prospective study. Anesth Analg. 2007;104(1):51–58.
  4. Colak Z, Borojevic M, Bogovic A, et al. Influence of intraoperative cerebral oximetry monitoring on neurocognitive function after coronary artery bypass surgery: a randomized, prospective study. Eur J Cardio-Thorac Surg. 2014.
  5. Deschamps A, Lambert J, Couture P, et al. Reversal of decreases in cerebral saturation in high-risk cardiac surgery. Journal of Cardiothoracic and Vascular Anesthesia. Available online 18 June 2013, ISSN 1053-0770
  6. Yao FSF, Tseng CC, Woo D, Huang SW, Levin SK. Maintaining cerebral oxygen saturation during cardiac surgery decreased neurological complications. Anesthesiology. 2001;95 (3A):A152.
  7. Shroyer AL, Coombs LP, Peterson ED, et al. The Society of Thoracic Surgeons: 30-day operative mortality and morbidity risk models. Ann Thorac Surg 2003;75:1856 – 64.
  8. Vretzakis G, Georgopoulou S, Stamoulis K, et al. Cerebral oximetry in cardiac anesthesia. J Thorac Dis. 2014;6 Suppl 1(Suppl 1):S60–S69. doi:10.3978/j.issn.2072-1439.2013.10.22
  9. Caneo, L F et al. The Brazilian Society for Cardiovascular Surgery (SBCCV) and Brazilian Society for Extracorporeal Circulation (SBCEC) Standards and Guidelines for Perfusion Practice. Braz J Cardiovasc Surg, 2019;34(2):239-60.
  10. Saidi N, Murkin JM. Applied neuromonitoring in cardiac surgery: patient specific management. Seminars In Cardiothoracic And Vascular Anesthesia. 2005;9(1):17-23.

Observação aos pacientes: Todos os dispositivos mostrados aqui são produtos de prescrição e devem ser obtidos de um profissional ou médico licenciado. Os pacientes não podem adquirir diretamente da Medtronic.

nº 10349000423, 10349000425, 10349000424 ©2020 Medtronic. Todos os direitos reservados. Medtronic, o logo da Medtronic e Outros, são em conjunto marcas registradas da Medtronic. ™* Marcas de terceiros são marcas registradas de seus respectivos proprietários. Todas outras marcas são marcas registradas de uma empresa da Medtronic.

As opiniões dos artigos/colunistas exclusivamente aqui publicados apenas refletem a posição dos autores, não caracterizando respaldo, recomendação ou preferências da Medtronic ou qualquer outro envolvido nesta publicação. As pessoas que não aparecem no registro não estão autorizadas a falar em nome da Medtronic ou excluir qualquer outro tipo de material se não possuírem uma carta timbrada assinada por qualquer pessoa que conste no registro. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação total ou parcial deste conteúdo sem a prévia autorização da Medtronic. Os comentários presentes nesta edição podem conter informação sobre produtos que não são vendidos no seu país ou região. Material exclusivo para Médicos e Especialistas da saúde. Para obter informação adicional, entre em contato com seu representante local.

Sobre o Autor

Jeniffer Fontan

Jeniffer Fontan é especialista clínica da Medtronic em Monitorização do Paciente. Seu principal foco é a disseminação de conceitos e aplicações das tecnologias de monitorização da Medtronic: BIS, Oximetria Nellcor, Capnografia Microstream, INVOS – Oxímetro Cerebral/somático e WarmTouch.

Conteúdos de Jeniffer Fontan
Previous Article
5 perguntas importantes para comprar sensores de oximetria
5 perguntas importantes para comprar sensores de oximetria

PRÓXIMO
ESTUDO PRODIGY
ESTUDO PRODIGY

Resultados impactantes na administração de opioides e a importância da monitorização.

FAÇA SUA COTAÇÃO AGORA!

CLIQUE AQUI