MONITORIZAÇÃO DA PROFUNDIDADE ANESTÉSICA EM TIVA

A Anestesia Venosa Total (TIVA) é uma técnica de anestesia que evoluiu nos últimos anos e teve seu uso ampliado devido ao desenvolvimento de equipamentos de infusão, monitorização e drogas, com avanço principalmente na compreensão da farmacocinética e farmacodinâmica das drogas.1

Durante a TIVA a monitorização do paciente é extremamente importante para garantir a qualidade e a segurança na administração dos fármacos. A monitorização da profundidade anestésica é uma das ferramentas capaz de proporcionar ao médico segurança para a avaliação durante todo o ato anestésico dos efeitos das drogas a nível cerebral.2

Qual impacto gerado ao paciente submetido a anestesia geral com TIVA sem a monitorização adequada da profundidade anestésica?

Nesta publicação iremos abordar alguns estudos sobre a relevância e aplicação diária da monitorização da profundidade anestésica em TIVA e como esta pode impactar diretamente no desfecho do paciente. Abordaremos também como a solução Medtronic de Monitorização BISTM pode auxiliar os anestesistas na monitorização da profundidade anestésica.

MONITORIZAÇÃO DA PROFUNDADE ANESTESICA EM TIVA

A anestesia venosa total pode ser desafiadora sem tecnologias capazes de mensurar a quantidade adequada de fármaco para atingir o nível de profundidade anestésica para cada paciente. Dentre os riscos apontados pela literatura envolvendo a TIVA sem monitorização da profundidade anestésica estão3-6:

  • Risco de despertar intra operatório;
  • Aumento do uso de fármacos;
  • Maior tempo de recuperação no pós operatório;
  • Aumento na incidência de delirium e disfunção cognitiva;

O Parecer do CFM nº30/167 que dispõe sobre a monitorização cerebral com BISTM cita dentre suas recomendações a importância da adoção da Monitorização da profundidade anestésica com monitores de atividade elétrica cerebral em anestesia venosa total, principalmente em decorrência do elevado risco de despertar intra operatório.

A alta incidência do despertar intra operatório em anestesia venosa total é fonte de estudo e principalmente preocupação entre os pesquisadores, sendo hoje a Monitorização da profundidade anestésica em TIVA classificada pelo Consenso Brasileiro sobre Monitorização da Profundidade Anestesica9 com nível de recomendação 1A, equivalente a forte evidência cientifica e benefícios da tecnologia frente a esta aplicação.

USO DO BISTM

Pensando em proporcionar segurança na monitorização do paciente a Medtronic dispõe em seu portfolio do BISTM, sistema de monitorização da profundidade anestésica com mais de 4.600 estudos na literatura. Dentre os estudos de validação da tecnologia e avaliação da melhora no desfecho dos pacientes em diferentes contextos, podemos destacar alguns estudos que realizam a correlação dos benefícios da monitorização com BISTM em TIVA.

Zhou et al. (2018)5 avaliou a incidência de delirium no pós-operatório de 2 grupos, sendo um monitorizado com BISTM e outro com os cuidados de rotina durante procedimentos cirúrgicos em pacientes idosos com câncer de colón. Observou-se no estudo uma redução da indecência de delirium em 38% no grupo monitorizado com BISTM (27,5% vs. 17% com BIS, p<0.001). Além destes dados o estudo de Zhou também observou valores estatísticos de redução da administração de propofol e remifentanil no grupo monitorizado (p<0.001).

Quando analisamos estudos que avaliam o beneficio da monitorização do BISTM em situações de maior desafio durante a anestesia venosa total, como o despertar intra operatório, observamos importantes dados estatísticos, apresentado no estudo multicêntrico de Zhang et al. (2011)4 com avaliação de 5.228 pacientes.

Os resultados obtidos pelos artigos acima citados demonstram benefícios da utilização do BISTM em TIVA. A Medtronic sempre trabalha para levar aos clientes tecnologias que proporcionem benefícios e possam estar em conformidade as publicações, recomendações e principais diretrizes regionais e atuais no mundo.

Atualmente as disposições acerca da segurança no ato anestésico no Brasil é apresentada pela Resolução 2.174/17 que dispõe no Artigo 4 item B sobre a utilização do BISTM para pacientes em anestesia venosa total e também outros pacientes com elevado risco10.

“Art. 4º Diante da necessidade de implementação de medidas preventivas voltadas à redução de riscos e ao aumento da segurança do ato anestésico, recomenda-se aos médicos anestesistas observar os critérios clínicos de gravidade:
[...]
b) da monitorização da profundidade da anestesia, com o uso de monitores da atividade elétrica do sistema nervoso central, em pacientes definidos no Parecer CFM nº 30/16;”
10

Se você ficou interessado em como o BISTM pode auxilia-lo no manejo do paciente submetido a anestesia venosa total ou em saber mais sobre outras aplicações, entre em contato comigo através do link disponível abaixo. Estarei a disposição para melhor lhe auxiliar.

Se você possui interesse em conhecer melhor os benefícios proporcionados por nossos equipamentos, entre em contato comigo. CLIQUE AQUI!

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. Cesar, T Z et al.Anestesia venosa: análise do desempenho quando comparada à anestesia com anestésicos inalatórios. Rev. Med. Minas Gerais, v.26, supl 27, p . 4-10. Dez. 2016.

2. Oliveira, C R D; Bernardo, W M; Nunes, V M. Benefício da anestesia geral com monitoração do índice bispectral em comparação com o monitoramento guiado apenas por parâmetros clínicos. Revisão sistemática e metanálise. Rev. Bras. Anestesiol.,  Campinas ,  v. 67, n. 1, p. 72-84,  Feb.  2017 .

3. Gan TJ, Glass PS, Windsor A, et al. Bispectral Index monitoring allows faster emergence and improved recovery from propofol, alfentanil, and nitrous oxide anesthesia. BIS Utility Study Group. Anesthesiology. 1997;87(4):808–815.

4. Zhang C, Xu L, Ma YQ, et al. Bispectral Index monitoring prevent awareness during total intravenous anesthesia: a prospective, randomized, double-blinded, multi-center controlled trial. Chin Med J. 2011;124(22):3664–3669.

5. Zhou Y, Li Y, Wang K. Bispectral Index monitoring during anesthesia promotes early postoperative recovery of cognitive function and reduces acute delirium in elderly patients with colon carcinoma: a prospective controlled study using the Attention Network Test. Med Sci Monit. 2018;24:7785-7793.

6. Bocskai T, Loibl C, Vamos Z, et al. Cost-effectiveness of anesthesia maintained with sevoflurane or propofol with and without additional monitoring: a prospective, randomized controlled trial. BMC Anesthesiol. 2018;18(1):100.

7. CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA (CFM). Parecer CFM nº 30/16. Recomendação do uso de monitorização cerebral tipo BIS. Brasília, DF, 22 jul 2016.

8. Panditt, J J et al. 5th National Audit Project (NAP5) on accidental awareness during general anaesthesia: summary of main findings and risk factors. Br J Anaesth. 2014 Oct;113(4):549-59.

9. NUNES, Rogean Rodrigues et al . Consenso brasileiro sobre monitoração da profundidade anestésica. Rev. Bras. Anestesiol., Campinas , v. 65, n. 6, p. 427-436, Dec. 2015.

10. BRASIL. Entidades de Fiscalização do Exercício das Profissões Liberais / Conselho Federal de Medicina. RESOLUÇÃO 2.174, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2017. Diário Oficial, Brasília, DF, 27 de fev. de 2018, seção 1, p. 75-84.

Observação aos pacientes: Todos os dispositivos mostrados aqui são produtos de prescrição e devem ser obtidos de um profissional ou médico licenciado. Os pacientes não podem adquirir diretamente da Medtronic.

Reg. 10349000388 e 10349000393. ©2019 Medtronic Todos os direitos reservados. Medtronic, o logo da Medtronic e Outros são, em conjunto, marcas registradas da Medtronic.™* Marcas de terceiros são marcas registradas de seus respectivos proprietários. Todas as outras marcas são marcas registradas de uma empresa da Medtronic.

As opiniões dos artigos/colunistas exclusivamente aqui publicados apenas refletem a posição dos autores, não caracterizando respaldo, recomendação ou preferências da Medtronic ou qualquer outro envolvido nesta publicação. As pessoas que não aparecem no registro não estão autorizadas a falar em nome da Medtronic ou excluir qualquer outro tipo de material se não possuírem uma carta timbrada assinada por qualquer pessoa que conste no registro. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação total ou parcial deste conteúdo sem a prévia autorização da Medtronic. Os comentários presentes nesta edição podem conter informação sobre produtos que não são vendidos no seu país ou região. Material exclusivo para Médicos e Especialistas da saúde. Para obter informação adicional, entre em contato com seu representante local.

Sobre o Autor

Jeniffer Fontan

Jeniffer Fontan é especialista clínica da Medtronic em Monitorização do Paciente. Seu principal foco é a disseminação de conceitos e aplicações das tecnologias de monitorização da Medtronic: BIS, Oximetria Nellcor, Capnografia Microstream, INVOS – Oxímetro Cerebral/somático e WarmTouch.

Mis conteúdos de Jeniffer Fontan

No Previous Articles

PRÓXIMO
Dr. Dimitris Georgopoulos
Dr. Dimitris Georgopoulos

O uso apropriado da ventilação assistida proporcional, PAV+™